Lendas do queijo: O apaixonado do Emmental

Há muito, muito tempo atrás, um pastor pobre do Emmental apaixonou-se perdidamente pela filha de um rico latifundiário. A menina, porém, também amava perdidamente o jovem pastor. O pai da menina não gostava do romance. O jovem pastor não lhe parecia adequado para sua filha. Nada havia feito de grande e não merecia a mão de sua filha.

Essa história teria acabado assim, não fosse o seguinte:

O jovem apaixonado retornou à sua cabana nas montanhas, onde cuidava de suas vacas. Refletiu, de que modo poderia conquistar a mão da amada. Por vários dias refletiu, de que forma poderia impressionar o pai de sua amada, provando merecê-la – mas nada lhe ocorreu.

Certa noite, uma forte tempestade varreu as montanhas. O jovem pastor acabara de preparar seu jantar, quando ouviu alguém bater à porta. Neste momento, o jovem pastor lembrou-se  de que não havia ainda rezado, como de costume, pressupondo que algo de mal estava por vir. Tremendo de medo, abriu a porta. À sua frente estava o fantasma das montanhas mais horrendo que se pode imaginar – iluminado por um raio. O mesmo invadiu a casa, devorou o jantar à mesa e preparava-se para sair de novo. Porém, antes de sair, entregou um pedaço de papel ao pastor.

Era um pedaço estranho de papel, pensou o jovem pastor, que estava aliviado de nada haver sofrido. Quando olhou com mais atenção, percebeu tratar-se de uma receita, que carecia de muito leite e de alguns outros ingredientes. O pastor não podia imaginar para que servia tal receita. Já que ele, entretanto, possuía todos os ingredientes e estava curioso, resolveu fazer a experiência.

Logo no dia seguinte, o jovem pastor começou a preparar o leite segundo a receita. Despejou-a dentro de um grande caldeirão sobre o fogo, mexeu e adicionou os demais ingredientes. Seguiu a receita à risca e pacientemente, percebendo, como a mistura endurecia aos poucos. Por fim, surgiu uma massa enorme, arredondada. Não estava certo para aue realmente servia. O que importava é que se tratava de algo incomum que ele havia feito.

Com o queijo nas costas foi até a casa do camponês rico. O camponês impressionou-se com este produto inovador. Nunca havia visto coisa igual. Quando provou da massa, viu que o pastor seria um grande ganho para sua família. E assim se deu, que os apaixonados se casaram e viveram felizes até o fim de seus dias – e os amantes do queijo de todo o mundo apreciam o produto deste amor.