Bandeira

A bandeira vermelha com a cruz branca é o emblema nacional da Suíça desde o século XIV.

Bandeira suíça
A bandeira suíça © FDFA, Presence Switzerland

A origem da bandeira vermelha com a cruz branca remonta à batalha de Laupen, no cantão de Berna, em 1339. Para diferenciar-se dos outros participantes no campo de batalha, os soldados suíços haviam costurado uma cruz branca em suas cotas de malha. Mais tarde, a cruz surgiu em armas e estandartes dos soldados suíços.

Durante a República Helvética (1798–1803), Napoleão Bonaparte estabeleceu para a Suíça uma bandeira tricolor, com as cores verde, vermelha e amarela. Foi assim que a Suíça obteve sua primeira bandeira nacional. Logo após a abolição da República Helvética, esta bandeira também foi abandonada.

A bandeira da Confederação Suíça foi elaborada, em sua forma atual, em 1840. Os historiadores debatem-se quanto à justificação da cor de fundo vermelha. Alguns acham que ela indica o sangue de Cristo, outros pensam que o vermelho provém da antiga bandeira de Berna. Em 1848, a bandeira vermelha com a cruz branca tornou-se, definitivamente, o emblema nacional do país e foi inscrita na constituição.

A bandeira suíça tem como característica especial a sua forma quadrada. Além da do Vaticano, ela é a única bandeira no mundo com este formato. O seu vermelho é a cor Pantone 485C, uma mistura de magenta e amarelo. A cruz branca encontra-se no centro da bandeira. Os braços da cruz são um sexto mais longas do que sua largura.

Informações adicionais