Formação profissional

A formação profissional possibilita aos jovens a entrada no mundo do trabalho e forma uma nova geração de técnicos e quadros qualificados. Ela está orientada para o mercado de trabalho e faz parte do sistema educativo.

Manufatura de relógios em Grenchen. © FDFA, Presence Switzerland

Uma característica da formação profissional suíça é a estreita relação com o mercado de trabalho. As formações orientam-se pelas qualificações profissionais realmente procuradas e pelos postos de trabalho disponíveis. Mediante esta relação direta ao mundo do trabalho, a Suíça apresenta uma das taxas de desemprego jovem mais baixas, quando comparada com outros países. 

A formação profissional faz parte do sistema educativo. Ela encontra-se no nível secundário II e no nível terciário. É caracterizada por uma permeabilidade elevada: a frequência de ofertas de formação avançadas e a troca de atividade no decorrer da vida profissional é possível sem problemas. 

Na Suíça, cerca de dois terços dos jovens iniciam uma formação básica profissional após concluírem a escolaridade obrigatória. A principal forma da formação profissional é realizada em um sistema dual: durante três a quatro dias por semana, os aprendizes trabalham na sua empresa formadora e aprendem a profissão na prática. Durante o resto do tempo, frequentam uma escola profissional onde adquirem conhecimentos teóricos sobre a profissão. 

Estão disponíveis cerca de 250 formações profissionais básicas reconhecidas oficialmente na Suíça. Comerciante, retalhista, técnico(a) de saúde, técnico(a) de assistência, eletricista, cozinheiro(a) e informático(a) são as profissões que exigem formação adequada com mais procura. O tempo de formação corresponde a dois ou até mesmo três ou quatro anos, consoante a profissão. Após serem aprovados no exame final de aprendizagem, os aprendizes obtêm um certificado federal de aptidão profissional (EFZ) ou um atestado federal profissional (EBA). Estes certificados são reconhecidos em toda a Suíça. 

A formação profissional superior segue-se à formação profissional básica. Ela fornece qualificações profissionais específicas e prepara para funções executivas e técnicas. Estão disponíveis para seleção cerca de 400 exames profissionais e técnicos superiores, bem como oito áreas com 57 programas de formação em escolas técnicas superiores. Além disso, a maturidade profissional possibilita o acesso sem exame a escolas universitárias profissionais.