Protestantismo

Os Reformados são, depois dos Católicos, o segundo maior grupo religioso da Suíça.

Monumento da Reforma em Genebra
O monumento da Reforma em Genebra exibe os reformadores Guillaume Farel, Johannes Calvin, Théodore de Bèze e John Knox. © Roland Zumbühl picswiss

Os Reformados representam 24,9% da população suíça. Os cantões com a maioria da população protestante são Berna (52%), Appenzell-Exterior (40,1%) e Schaffhausen (36,2%).

O protestantismo dá grande valor ao racionalismo e ao trabalho diligente e considera a prosperidade financeira um dom de Deus, uma postura sobre a qual foi construída a prosperidade da Suíça moderna. Duas personalidades da reforma europeia no século XVI eram suíços: Ulrico Zuínglio, em Zurique, e João Calvino, em Genebra.

As igrejas evangélicas reformadas estão organizadas por cantão e são administradas por um sínodo e um conselho sinodal. Juntamente com algumas igrejas livres, elas constituem a Federação das Igrejas Evangélicas da Suíça – SEK.

Informações adicionais